sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Ganância versus Cultura




Clique
nas fotos
para
ampliá-las.










Fachada do Edifício Caiçara


















Interior de um dos apartamentos, com a praia do Pina/Boa Viagem ao fundo.






















1.
Parte de trás do prédio, de onde se vê o acesso lateral (mais conhecido pelos pernambucanos como "oitão"), mostrada em detalhe na imagem 2;
2.
Acesso lateral aos fundos do prédio, onde ficam as garagens;
3.
As garagens dos apartamentos eram individuais, semelhantes as garagens de casas;
4.
Escadaria interna do edifício, que dá acesso aos apartamentos.




Em primeiro lugar, quero dizer que o assunto que eu vou postar hoje no meu blog não trata de árvores, mas fala sobre meio ambiente.
Mesmo que possa não parecer à primeira vista, o avanço desenfreado da especulação imobiliária sem planejamento urbano racional, tem causado sim, muito prejuízo ao nosso ambiente urbano.


Cada vez mais, vemos aumentar a quantidade de solos impermeabilizados e edifícios altos sendo construídos a distâncias cada vez menores uns dos outros. Esses fatores, somados a diminuição das áreas verdes, dificultam a ventilação, aumentam a temperatura nos bairros, além de dificultar o escoamento das águas em épocas de chuva, favorecendo a formação de vários
pontos de alagamento.
E o resultado da soma de todos esses problemas é um só: um grande mal estar para a população, que, diga-se de passagem, em grande parte nem percebe e até colabora com esse crescimento desordenado, sem questionar/cobrar soluções por parte das autoridades.



Agora, o pior é quando somado ao prejuízo ao meio ambiente, ainda levamos de brinde, inteiramente grátis, um prejuízo cultural. Além de não estarem preocupados com a diminuição das áreas verdes, nem com o aumento do despejo de esgoto em rios e praias e outros cuidados com saneamento básico, os construtores não tem a menor consideração com o patrimônio cultural da sua própria cidade. É como se não tivessem um pingo de consideração
pela memória do lugar onde cresceram e aprenderam a ser alguém na vida,
antes de se tornarem máquinas de fazer dinheiro e destruição.


Pois bem, meus amigos e amigas.
Essa semana eu fiquei sabendo, através de uma das mais badaladas redes sociais da atualidade na internet (o Facebook), que o antigo e charmosíssímo Edifício Caiçara, estaria com os seus dias contados.
Falou-se que a notícia saiu em um dos jornais locais, na semana passada.
O prédio fica em um dos endereços mais cobiçados do bairro de Boa Viagem/Recife, na avenida que leva o nome do bairro, à beira mar.


As pessoas que divulgaram a notícia no facebook - indignadas com a possibilidade de ver desaparecer uma das poucas construções antigas que ainda existem naquele bairro, em especial na avenida beira mar - resolveram organizar, na própria rede de relacionamentos, um movimento em defesa do prédio.


Quer se juntar ao grupo que defende a preservação do Edifício Caiçara?
Eu já me juntei :)
É lá que estão sendo trocadas idéias e estratégias sobre quais são as formas legais para se tentar evitar a demolição e como mobilizar os meios de comunicação (imprensa) e a população - não só daquele bairro - pois trata-se da memória cultural da cidade, um pedacinho que ainda resta
de uma paisagem que conta um pouco da nossa história.

Se você tem conta no facebook, é clicar aqui e entrar para o grupo.

Clique aqui para assinar a petição contra a demolição do Edifício Caiçara.


Por fim, eu gostaria de deixar registrado aqui, uma sugestão para o grupo SALVE O CAIÇARA: pensem na possibilidade de criar também um BLOG, como foi feito, por exemplo, pelo grupo que defendeu o Hospital da Tamarineira.
As redes sociais são sem dúvida, uma extraordinária ferramenta para mobilizar e agregar pessoas, mas um blog é mais DEMOCRÁTICO, pois qualquer um, de qualquer lugar, sem precisar de cadastro ou senha, pode acessar. Seria uma forma de divulgar o andamento do movimento e conquistar mais adesões também. E o facebook poderia funcionar como uma "sala de reuniões". Fica a dica :)


Parabéns a todos pela criação do grupo SALVE O CAIÇARA e a todos que se uniram e vão se unir nessa mobilização!




Crédito das imagens:
As fotos acima foram postadas por Tatty Queiroz Cavalcanti integrante do grupo, no facebook.



.

6 comentários:

Coletta disse...

Parabens pelo belissimo trabalho!
Temos essa luta constante aqui em São Paulo, onde a especulação alcanca forças inatingiveis.
Só a sociedade unida pode mudar esse destino desertico sem história

Marina

Plante Árvores disse...

Obrigado pelo apoio, Marina! Agradeço em nome do grupo SALVE O CAIÇARA. E vamos lutando. :)

Claudio Tavares de Mello disse...

Boa, Moraes!
E vamo com tudo, que a gente pode! \o/

Plante Árvores disse...

É isso aí, Mellow! :)

canaldaagamenon disse...

Quero morar no Caiçara!!

Plante Árvores disse...

Eu quero morar no Oceania, vamos ser vizinhos! :)